01/04/2016

Não repita 64 - o golpe agora é contra você!

Escrito por: Wil Pereira - presidente da CUT-CE

Sob diversas perspectivas, a tentativa de impeachment (ou impedimento) da presidente Dilma Rousseff pode ser considerada golpe. Afirmar que o procedimento é legal só porque está previsto na Constituição, mesmo não havendo crime algum que justifique isso, é zombar da inteligência do povo. Será um incalculável abalo na democracia do Brasil caso esse movimento – que nada tem de legalista – se concretize. As eleições que reconduziram a presidente ao poder em 2014 foram limpas, livres e respaldadas pelos 54,3 milhões de cidadãos e cidadãs que a elegeram.

O golpe em curso é contra esses brasileiros. E também contra você, que está entre os milhares de trabalhadores e trabalhadoras que já estão com seus direitos ameaçados. Os que levam adiante o golpe nem de longe querem combater a corrupção, e, sim, o projeto de inclusão social que distribuiu renda e elevou milhões de miseráveis à condição de cidadãos. É a disputa de classes que está em jogo. E, para isso, tentam, a todo custo e com as piores armas, quebrar a ordem constitucional, romper o Estado de Direito e rasgar a Constituição.

Exatos 52 anos atrás, o então presidente João Goulart foi deposto pelos militares, amparados por um precioso aparato midiático e por setores elitistas e conservadores da sociedade civil. A época de excessos nunca foi esquecida, embora (até tempos recentes) tenha sido pouco desenhada nos livros dos bancos escolares e universitários. Internacionalmente, a ditadura que se estendeu por 21 anos no Brasil ficou conhecida pelas violações dos direitos humanos e da liberdade.

Fora do País, finalmente a mídia também já começou a tratar como “golpe” o processo que agora se planta, apesar dos esforços dos setores ligados à direita de trazer um tom legalista ao impeachment. Não repitamos o Golpe de 1964! Naquele ano, a madrugada do dia 31 de março para o 1º de abril foi sombria e deu início a um dos períodos mais tenebrosos da História do País. Agora é 2016.

Os tempos são outros. Desta vez, o dia 31 de março foi pintado de esperança, no grito grandioso e uníssono das ruas: defendemos a democracia! Repudiamos o Golpe! E não vamos nos calar.

Wil Pereira
presidencia@cutceara.org.br
Presidente da Central Única dos Trabalhadores no Ceará(CUT-CE)

Artigo publicado originalmente na edição do Jornal O POVO de 1º.4.2016


Fonte: CUT-CE
Link: http://cutceara.org.br/ponto-de-vista/artigos/169/nao-repita-64-o-golpe-agora-e-contra-voce

RÁDIO WEB

15/01/2018

Spot Plenária dos servidores da saúde

15/01/2018

Spot Dia Nacional de Paralisação

©2003 - 2018. MOVA-SE-Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará
Rua Princesa Isabel, 502 Centro | Fortaleza - Ceará | CEP: 60015-060
Fone/Fax: (85) 3226.0665 | (85) 3226.0642
Site: www.mova-se.com.br | E-mail: falecom@mova-se.com.br

Produzido e atualizado pela Assessoria de Comunicação do MOVA-SE e TEIA DIGITAL